Publicado em: 12/09/2018 ás 14:48:00 Autor: Cida de Sousa Fonte: Ascom

Na Policlínica de Paraíso do Tocantins, no dia 11, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, reuniu profissionais da saúde e usuários do SUS para debaterem temas relacionados ao suicídio. A ação recebeu o nome de Sala de Espera, porque foi realizado na recepção da unidade de saúde com a presença dos profissionais e de pacientes que aguardavam atendimento.

De acordo com Haranda Ribeiro, coordenadora da Policlínica, os números de casos de suicídio têm preocupado os profissionais que trabalham na área da saúde.  “A SEMUS coloca à disposição da população uma equipe multidisciplinar composta por enfermeiros, psicólogos, psiquiatras e assistentes sociais com o intuito de abordar e identificar os sinais de alerta. Qualquer pessoa que esteja precisando de ajuda pode procurar as unidades de saúde do município que serão prontamente atendidas”, informou Haranda.

O objetivo de todas as ações alusivas ao Setembro Amarelo é “mobilizar a comunidade, sensibilizar as pessoas para a gravidade do suicídio. Um dos papéis principais da saúde pública é promover rodas de conversa, reuniões e palestras para mostrar que esse é um problema sério e precisa ser conversado. Nossos profissionais devem saber receber as pessoas, identificar o problema e acolher da melhor forma possível para diminuir os índices”, enfatizou a secretária de Saúde, Rosirene Leal, que participou de toda a programação.

Notícias relacionadas